Skip to main content
gunnar-garfors

Norueguês visita todos os 198 países do mundo e elege as 20 melhores cidades

Gunnar Garfors, em 2013, completou sua missão de visitar todos os 198 países do mundo , somando 193 membros da ONU e Kosovo, Vaticano, Palestina, Saara Ocidental e Taiwan. Pasmem: O norueguês tinha apenas 37 anos quanto atingiu essa marca. A partir dessa experiência, Gunnar escreveu um livro chamado 198: How I ran out of countries e criou um Blog onde conta histórias incríveis sobre suas viagens e posta várias fotos.

Em 2012, Garfors saiu no Guinness Book, depois de bater o recorde de visitar 5 continentes em um só dia. Saiu também quando visitou 19 países europeus em menos de 24 horas. Ele defende muito em seu livro que, para viajar bastante, basta querer, não precisa ser rico. Ele apenas fez disso sua missão e investe quase todo o seu salário nela, além de salientar algumas vezes não se importa com luxo nas viagens, o que o faz economizar em passagens, alimentação e acomodação. Garfors também não tem mulher, filhos e nem animais de estimação, o que faz com que seu dinheiro seja realmente voltado a viajar.

Os 10 mandamentos do viajante esperto

Recentemente, em entrevista para a revista norte-americana Thrillist, Gunnar Garfors listou as 20 cidades que ele mais gostou ao redor de todo o mundo, e uma cidade brasileira entrou na lista. Sua decisão foi baseada nas pessoas, na comida, na diversão e na atmosfera como um todo. Ele recomenda que todo viajante conheça essas 20 cidades. Veja quais são:

 

20 – Kiev, Ucrânia

kiev-ucrania

Gunnar elogia Kiev por sua vida noturna intensa, ótimos restaurantes e muita diversão.

 

19 – Copenhague, Dinamarca

copenhague-dinamarca

Em Copenhague, ele elogia a alegria de seu povo, a quantidade de sorrisos e a cultura artística forte.

 

18 – Bombaim, Índia

bombaim-india

Em Bombaim, Gunnar conta que se sentiu vivo. A cidade é multicultural, lotada de edifícios coloniais e mercados gigantescos. Ele recomenda experimentar a comida de rua, que é deliciosa, mas apenas se você averiguar sua procedência e higiene, senão é melhor ficar longe.

 

17 – Florianópolis, Brasil

florianopolis-santa-catarina

Engana-se quem achou que a cidade favorita de Garfors fosse o Rio de Janeiro,  que é a preferida da maioria dos estrangeiros, como você pode ver aqui: 10 lugares do Brasil preferidos pelos gringos. A escolhida foi a Ilha do Mel, Florianópolis. Ele elogiou muito a beleza das praias, simpatia dos habitantes, esportes aquáticos e culinária, especificamente os frutos do mar. Gostou muito da vida noturna também, porém recomendou que os futuros viajantes mantenham distância das pessoas esnobes, que costumam ostentar demais suas riquezas.

 

16 – Seattle, Estados Unidos

seattle-eua

A representante americana foi Seattle, muito elogiada por vistas deslumbrantes, a mais bonita das metrópoles do mundo. Ele recomenda uma caminhada entre as belezas e pontos turísticos da cidade.

 

15 – Oslo, Noruega

oslo-noruega

Gunnar admite que pode estar sendo tendencioso escolhendo uma cidade de seu país de origem, a Noruega. Elogiou muito o design e a arquitetura da cidade, além de suas belas florestas e diversificada gastronomia.

 

14 – Tel Aviv, Israel

tel-aviv-israel

 

Gunnar descreve Tel Aviv como ”a cidade que nunca pára”, por funcionar 24 horas por dia e ter uma vida noturna intensa.

 

13 – Lisboa, Portugal

lisboa-portugal

As ruelas charmosas e estreitas de Lisboa recebem inúmeros elogios do viajante, além dos restaurantes multiculturais, arquitetura fenomenal e vinhos deliciosos. Gunnar recomenda que Lisboa seja conhecida andando, e não através do vidro do carro.

 

12 – Cáli, Colômbia

cali-colombia

Segundo nosso viajante, este é um lugar para se divertir. Para dançar a noite toda, visitar praias, museus e restaurantes. Elogia também o clima: temperaturas altas constantemente.

 

11 – Auckland, Nova Zelândia

aucklandnz-new-zeland

Praias para todos os lados. Assim descreve Auckland. Uma cidade cercada por centenas de praias: com areia preta vulcânica, poeira branca de neve, com pequenas pedras douradas. É a cidade dos iates e das velas.

 

10 – Istambul, Turquia

istambul-turquia

Istambul já apareceu duas vezes em nossos rankings do blog. Em Europa: As 10 cidades mais visitadas e também em 7 pontos turísticos mais visitados do mundo e não é surpresa nenhuma aparecer na lista de Gunnar. Ele deixa bem claro que, ir a Istambul e conhecer apenas um lado da cidade (ocidental ou oriental) é um crime turístico. Recomenda visitar Istambul em seus dois continentes, preferencialmente em um barco antigo, que é mais lento, porém muito mais charmoso.

 

9 – Hanói, Vietnã

hanoi-vietna

Hanoi foi elogiada pela extrema simpatia de seu povo. Sim, estranhos na rua vão falar com você de forma natural. Ele recomenda também que, ao viajar para o Vietnã, você não seja tímido ao experimentar comidas diferentes, pois a comida vietnamita no próprio Vietnã será melhor do que em qualquer restaurante denominado vietnamita ao redor do mundo. Se você se interessa por turismo gastronômico, veja essa matéria: 11 comidas de 11 países que você precisa comer.

 

8 – Tóquio, Japão

toquio-japao

Gunnar descreve Tóquio como uma loucura, uma cidade que nunca dorme. Ele destaca que você pode assistir a lutas entre robôs e ir em um restaurante e ser servido por robôs. Mas alertou que acomodações são pequenas e qualquer quarto que seja maior que sua mesa de jantar, já é considerada uma suíte de luxo, com preços salgados.

 

7 – Taipé, Taiwan

taipen-taiwan

Taipé possui uma grande diversidade de restaurantes temáticos, além de vida noturna com bebidas baratas e rotas sensacionais para caminhadas, com morros e vistas deslumbrantes.

 

6 – Reykjavík, Islândia

reykjavik-islandia

Garfors se apaixonou pela cidade de apenas 200.000 habitantes e que fica em uma grande baía. Disse que tudo possui curta distância e que a ilha nos últimos anos é atingida por diversos desastres naturais, como tempestades e ventos fortes. Logo, quem ainda optou por continuar nela, é um pouco ”louco”, como descreve Gunnar. E acrescentou que gosta muito de pessoas loucas.

 

5 – Berlim, Alemanha

berlin-germany

Gunnar disse que não importa se sua viagem a Berlim for curta ou longa: você vai querer voltar para lá. Destaca o aspecto relaxante da cidade, suas pequenas lojas e galerias, museus e memoriais de fazer o queixo cair.

 

4 – Cidade do Cabo, África do Sul

cidade-do-cabo-africa-do-sul

A Cidade do Cabo é muito elogiada por Gunnar principalmente pela vista inestimável da Table Mountain. Ele também ressalta grandes riquezas culturais da cidade, restaurantes de dar água na boca e também recomenda a hospedagem em um dos chamosos chalés da região vinícolas.

 

3 – Londres, Reino Unido

londres-inglaterra

Londres está em primeiro lugar na nossa lista: Europa: As 10 cidades mais visitadas e é de fato uma cidade maravilhosa e alvo de desejo de todo viajante que se preze. Gunnar descreve bem Londres. Ele ressalta que se existe uma capital do mundo, essa cidade é Londres. Ressalta a overdose de transporte interligando toda a cidade, o sarcasmo britânico e recomenda hospedar-se na casa de algum britânico, que lhe fará sentir como um amigo ao invés de um hóspede. Ele diz só ter elogios à capital inglesa e que a única crítica é a imensa popularidade da cidade, o que provoca forte lotação em seus pontos turísticos.

 

2 – Toronto, Canadá

toronto-canada

Gunnar elogia a alma de Toronto, recomenda que você explore a cidade com cuidado e se aventure no desconhecido. Recomenda longos passeios a pé, museus e aquários.

 

1 – Seul, Coreia do Sul

seul-coreia-do-sul

Uma prova de que essa é a cidade preferida de Gunnar é que ele já visitou Seul 18 vezes mesmo enfrentando um voo de 15-20 horas de duração. O viajante comenta que a cidade coreana é a maior exportadora de cultura na Ásia: músicos, novelas, cinema, moda e dança. E que a cidade é marcada pela contradição: mistura de antigas tradições com tecnologia de ponta, e isso faz de Seul sua cidade preferida em todo o mundo

Para finalizar a reportagem, Gunnar Garfors disse que não se esqueceu da intensa beleza de Amsterdam, Barcelona, Sydney, Paris e Nova York, pois são cidades surpreendentes, porém não se qualificaram nessa lista por serem demasiadamente turísticas e que uma viagem clichê não faz muito o seu tipo. Mas acrescenta que tem vontade de conhecer a vizinhança dessas cidades.

Você já viajou para alguma dessas cidades?

Para qual delas tem vontade de ir e para qual não iria de jeito nenhum? Conte suas experiências aqui nos comentários.

Em uma das postagens de seu Blog, Gunnar dá dicas para economizar em viagens, ele orienta, por exemplo, a ir contra a maré e não viajar quando todos estão viajando. Pesquisar bastante as passagens e optar por aeroportos alternativos também pode te fazer economizar. Uma dica de Garfors é fazer longas escalas em alguns países legais, sair do aeroporto e conhecê-los. Uma viagem dentro da própria viagem. Veja também: Viagem Internacional: 5 passos para você economizar e continue sempre acompanhando as dicas do Blog Trackage.

 

 

Você poderá gostar também:

Pré-venda Trackage
Newsletter

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/trackage/www/blog/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

4 comentários em “Norueguês visita todos os 198 países do mundo e elege as 20 melhores cidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *