Skip to main content
mulher-viaja-sozinha

Mulher, é hora de perder o medo de viajar sozinha!

Uma mulher viajando sozinha com mais frequência. Esse é o objetivo da campanha da plataforma Worldpackers, site que conecta viajantes para trocarem experiências de viagem entre si. A plataforma possui 250.000 usuárias de 93 países diferentes.

Segundo o site, isso é muito mais que uma campanha ou movimento, é uma revolução. Incentivam que as mulheres viajem sozinhas e utilizem a hashtag #ITravelAlone para contar suas experiências e trocar informações sobre como viajar com segurança, encorajando mais mulheres a perder o medo e fazer o mesmo.

Vale muito à pena assistir ao vídeo da campanha:

 

 

Mas por que a mulher tem medo de viajar sozinha?

medo-de-viajar-sozinha

 

Pode parecer uma pergunta óbvia, mas queremos explicar com alguns fatos. Há um risco real de mulheres viajarem sozinhas que se chama violência sexual, a qual elas estão bem mais suscetíveis.

Em 2016, duas jovens argentinas de 22 e 21 anos realizavam um sonho: sair de Mendoza, na Argentina e conhecer toda a América do Sul com uma mochila nas costas. Porém, esse sonho foi interrompido quando as duas foram estupradas e assassinadas no Equador.

Na época, o crime gerou muita comoção nas redes sociais – e também uma indignação: algumas pessoas praticamente disseram que as turistas eram culpadas de sua morte, que estavam procurando por isso, pois, onde já se viu, mulheres viajarem sozinhas?

A partir desse episódio, a hashtag #viajosola bombou nas redes do mundo todo, representando o direito que a mulher também tem de viajar sozinha, tal como o homem.

O perigo existe e é mais acentuado para mulheres sozinhas do que para homens sozinhos, porém, segundo Laura Bates em um artigo para o The Guardian, “Sugerir que qualquer mulher não deva viajar sozinha não tem lógica, pois ainda nenhum país acabou com a desigualdade de gênero e a violência sexual.”

Faz todo o sentido. Mulheres correm mais riscos por serem mulheres em um mundo que ainda não acabou com esses males, e não por querer viajar sozinha.

 

Guia de Viagem para mulheres

guide-i-travel-alone

 

A campanha do Worldpackers também traz um Guia, que alerta mulheres sobre cuidados que devem ter ao viajarem sozinhas.

É claro, que muitas das dicas presentes no guia são universais, ou seja, devem ser praticadas tanto por mulheres quanto por homens na hora de viajar – tais como dicas de bagagem, planejamento, como não ser assaltado, passagens, dentre outros.

Porém, no que diz respeito a dicas de segurança, principalmente segurança sexual, o gênero faz toda a diferença e há cuidados que devem ser adotados quando você é mulher.

O guia destaca cuidados ao escolher um taxista ou pegar uma carona, acompanhar o trajeto da viagem por GPS, comprar poltronas em ônibus e trens, dentre outros.

O que o site destaca como de suma importância também é, que ao viajarem sozinhas, a mulher pode procurar por outras mulheres viajando sozinhas para trocar experiências, principalmente sobre segurança.

É legal também fazer parte de comunidades virtuais de mulheres que viajam sozinhas. O Guia indica também um grupo do Facebook chamado Travelletes e o Couchsurfing das Mina, inspirado na plataforma Couchsurfing, onde apenas mulheres trocam hospedagens entre si, o que pode vir a ser muito mais seguro.

 

Os 10 melhores países para mulheres que querem viajar sozinhas

paises-viajar-sozinha

 

Listamos os 10 países mais seguros para uma mulher viajar sozinha, de acordo com um ranking divulgado pelo International Women’s Travel Center.

Foram utilizados como critérios de escolha os índices de criminalidade, igualdade de gênero, segurança, receptividade e pacifismo. Veja a lista e planeje suas próximas férias:

1.Islândia
2.Dinamarca
3.Nova Zelândia
4.Áustria
5. Suíça
6.Holanda
7.Finlândia
8.Canadá
9.Suécia
10.Bélgica

 

Os 10 melhores hostels para mulheres no mundo

hostel-para-mulheres

 

O Hostel Bookers lançou uma lista que mostra os melhores hostels para mulheres viajantes. São hostels que pensaram nas mulheres na hora de se projetarem e possuem hospedagens voltadas a atender as necessidades delas.

1.St. Christopher’s Inn Oasis (Londres)
O albergue está situado em um dos destinos mais caros do mundo – Londres. Um lugar só para meninas que se destaca pela higiene e beleza. Elementos essenciais para o público feminino escolher uma hospedagem.

2. Papaya Female Hostel (Roma)
Exclusivamente para mulheres, está localizado bem no centro de Roma. Super seguro e aconchegante.

3. Plus Prague (Praga)
O lugar é super bonito e conta com piscina, sauna, bar, restaurante italiano. Quartos somente para mulheres com secadores de cabelos e espaços com grandes espelhos. O lugar entende que mulheres podem possuir necessidades distintas.

4. Caulaincourt Square Hostel (Paris)
O lugar é charmoso e está perto de uma estação de metrô, na zona boêmia e cheia de charme de Paris.

5. Wombats City Hostel (Viena)
Quartos privados e compartilhados, com toalhas e lençóis incluídos. Sem falar que conta com uma lavanderia disponível.

6. Generator Hostel (Berlim)
O lugar oferece quartos só para moças, secador de cabelo, espelho de corpo inteiro e um presente de boas vindas.

7. Plus Florence (Florença)
Ainda na Itália, o hostel possui piscina, bar, restaurante, lavanderia e a área Girls Plus – só para meninas com uma atenção especial. O lugar nem parece um albergue.

8. Jazz (Nova Iorque)
Com um ar moderno e colorido, está localizado na Avenida Amsterdã. O lugar é um charme e possui área só para as mulheres.

9. Lub d Bangkok (Bangkok, Silom)
Localizada no coração de Bangkok, o hostel possui sistema de segurança e alarme de incêndio. O lugar é considerado ainda recente e já faz o maior sucesso, especialmente entre turistas europeus. Há quartos só para mulheres

10. Princesa Insolente (Chile)
Pelo menos, um albergue da América Latina ficou entre os dez primeiros. O albergue, ao contrário de outros, foi concebido pensando na mulher (embora aceite homens). O lugar é super charmoso.

 

Depoimento

Para encerrar, vamos deixar aqui o depoimento da Amanda Breslau retirado diretamente da plataforma Dubbi, rede de compartilhamento de experiências de viagem. Leia, inspire-se e viaje sozinha à vontade:

”Nas minhas viagens que fiz sozinha, não foi incomum ouvir coisas como: “nossa mas você tá viajando sozinha”, “nossa como você é corajosa”, entre outros. Eu reconheço que o número de homens que viajam sozinhos ainda é maior que de mulheres, mas e daí?
Claro que muitas vezes eu tive medo, muitas vezes tive que escutar cantadas chatas, taxistas me interrogando se eu estava sozinha, para onde ia. Sempre tem aquele medo de beber um pouquinho a mais (afinal você acabou de conhecer seu “amigos” não é?).
Rola também aquele medo de pegar carona, de fazer aquele passeio no meio do mato quando o guia é um homem e misteriosamente todos os outros turistas cancelaram.
Mas não é esse medo que vai me impedir de curtir minha viagem. Não é o medo nem a falta de companhia que vai me impedir de conhecer lugares e pessoas incríveis!
Claro, alguns cuidados tem que ser tomados sim! Mas, meninas, não podemos abaixar a cabeça e permitir que o machismo nos faça escravas dele ,não é bem assim, somos mulheres e temos direito de viajar sozinhas, com a roupa que quisermos, irmos pra onde quisermos , sem nos privarmos de nada!
Por muitas vezes fiquei com medo, como também fico muitas vezes andando em sp ou até no ônibus ou metrô. Mas também descobri pessoas dispostas a me ajudar, a dar carona , dar informação e até uma bolacha. Apenas por compaixão, e foi incrível perceber o quando ainda existem pessoas assim, dispostas a ajudar com  o pouco que tem. 
Muitas mulheres morrem de vontade de viajar mas não o fazem por que tem medo. Aí vai minha dica: se joga , de cabeça, somos mulheres e não dependemos de ninguém para realizar nossas vontades!”

 

#ITravelAlone

i-travel-alone

 

Como vimos, alternativas, incentivo e grupos de suporte não faltam para que você viaje sozinha. Não deixe que a falta de companhia te impeça de viver seus sonhos e conhecer o mundo. Já escrevemos um texto mostrando que viajar traz mais felicidade do que bens materiais.  Então vá em frente, mulher.

Conte nos comentários sobre suas experiências viajando sozinha. Serão muito bem-vindas. E receba sempre novidades do Blog se cadastrando gratuitamente aqui.

 

 

Você poderá gostar também:

Pré-venda Trackage
Newsletter

6 comentários em “Mulher, é hora de perder o medo de viajar sozinha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *