fbpx

Impactos da ausência da gestão de pátio

Praticamente todas as operações logísticas têm um pátio, hoje abordaremos um tema muito comum: os impactos da ausência da gestão de pátio. Ele é o espaço anexo aos armazéns, funcionando como área de espera para carga e descarga de mercadorias. As docas, por sua vez, são como portas controladas. Elas são os pontos externos do armazém que estão em contato com o pátio, e são os locais definidos para recebimento e despacho de mercadorias pelos motoristas. 

Atualmente, na indústria de supply chain, é muito comum que os pátios sejam gerenciados manualmente: o controle mais comum é formado por planilhas, anotações à mão e sem agendamento prévio. Os motoristas são atendidos na ordem em que chegam ao pátio, e são manualmente aprovados ou não para entrada pela portaria. Em outras palavras, até mesmo em grandes operações, falta um sistema digital de agendamento e controle do pátio que organize todo esse processo.

Processos como esses acontecem diariamente nos pátios de centros de distribuição, transportadoras, fornecedores ou até mesmo empresas pequenas que trabalham com serviços de entrega ou transporte de mercadorias. Para garantir que tudo isso seja feito com êxito, é necessário um controle bem mais preciso do que planilhas preenchidas à mão (e depois acumuladas em um arquivo sem a atenção devida aos dados importantes que foram registrados).

razoes para eliminar o papel da sua operação nos pátios

Conheça os impactos da ausência da gestão de pátio

A ausência da gestão de pátio refletem na organização da empresa como um todo, Como consequências ruins, podemos listar atrasos na entrega de produtos e mercadorias, atrasos no recebimento por parte do consumidor, produtos com falhas ou danificados, falta de produtos ou peças. O efeito disso é que a imagem da empresa pode ficar prejudicada frente aos públicos que atende. Todas essas questões são causadas por uma ou mais falhas abaixo:

Filas na entrada e saída de pátios

A falta de agendamento prévio das docas gera filas de caminhões que se perdem no horizonte. Simplesmente não existe acordo ou informação do horário que cada motorista deveria chegar ao pátio. Logo, os caminhoneiros precisam ficar estacionados em filas imensas (muitas vezes em locais proibidos), o que acarreta em multas para as transportadoras. Quando os caminhões são liberados na portaria e entram na empresa, muitas vezes estão atrasados ou chegaram muito antes do horário previsto. As filas continuam dentro do pátio, mas se torna ainda mais difícil determinar quem deve ser atendido primeiro pois os caminhões não estão mais parados em sequência.

ausência da gestão de pátio

Isso não é prejudicial apenas para a empresa transportadora, mas também para o fornecedor ou distribuidor que está recebendo ou liberando a carga. A falta de organização e a ausência da gestão de pátio e docas gera lotação de caminhões, e não existe registro preciso do tempo que ficaram aguardando no pátio.

Outro fator preocupante é o excedente de horas de espera. Para realizar todo o processo de carga e descarga, desde o momento de sua entrada ao momento de saída, cada caminhão deve obedecer a um período máximo de 5 horas. O que excede esse limite é passível de multa por tonelada de carga/horas de espera, que devem ser pagos à empresa responsável pelo serviço.

Como resolver esses problemas?

Com o advento de novas tecnologias, controlar processos industriais com papéis, tickets e até mesmo planilhas se tornou ultrapassado e passível de erros. Uma dessas novas tecnologias é o YMS (yard management system, ou sistema de gestão de pátio).

O YMS é um software voltado à gestão de pátio e gerenciamento de docas, o que integra todo o processo entre empresas e transportadoras. Ele possibilita a visibilidade integral da cadeia de suprimentos no ponto de contato entre as duas pontas, diminuindo falhas na comunicação e repasse de dados. Essa tecnologia foi aperfeiçoada pela Trackage, que a tornou ainda mais inovadora. Integrando também o motorista ao processo da gestão de pátio, o YMS beneficia uma das partes mais interessadas na cadeia de suprimentos, mas que normalmente é preterida pelas grandes operações.

controle na gestão de pátios e docas

Como o Trackage Maestro inovou a gestão de pátio

O Maestro é um software que aperfeiçoou a tecnologia do YMS. Ele permite a integração com os demais sistemas e ERPs do cliente, e essa integração é o que permite relacionar todos os dados da operação. O Maestro apresenta esses dados em dashboards (painéis gráficos), mostrando os principais KPIs para acompanhamento das operações. O Trackage Maestro também permite encontrar a localização do motorista em tempo real dentro dos pátios. 

visibilidade

A ferramenta também é integrada com o smartphone do motorista, que tem informações relevantes a qualquer momento. Uma vez cadastrado na plataforma do Maestro, o motorista pode baixar um app e saber tudo que precisa desde a entrada até a saída pela portaria. O caminhoneiro realiza seu check-in pelo celular ao chegar na portaria e tem seu acesso liberado pelo operador, que o direciona ao pátio ou doca liberada para ele.

A transportadora, por sua vez, também se beneficia desse serviço. Ela pode entrar na plataforma do Maestro e fazer o agendamento da operação diretamente no centro logístico. Isso proporciona ganho de tempo para todas as partes, reduzindo muitos dos riscos e problemas apontados acima.

Agora que você já entende os impactos da ausência da gestão de pátio, não deixe de investir na transformação da sua operação logística.

Essa melhoria faz sentido para você? Então agende hoje mesmo uma call e conheça mais sobre o nosso serviço. Não deixe também de acompanhar nossas novidades no Instagram e LinkedIn.

Deixe um comentário